O Fabuloso Destino de Amelie Poulain

Posted: segunda-feira, 19 de outubro de 2009 by Marcelo Augusto in Marcadores: ,
16




A verdade é: poucos filmes possuem o encanto e charme que O Fabuloso Destino de Amelie Poulain tem. Jean-Pierre Jeunet uniu comédia, drama, romance numa só sinopse, os misturou muito bem e não só criou uma combinação entre os gêneros, mas criou um subgênero novo.

É através de Amelie Poulain que reconhecemos, na obra simples e genial, o tom melódico que o filme tem do ínicio ao fim. Dotada de cenas cômicas alla francesa, o filme ultrapassa a esfera de entretenimento e ambientaliza um cenário íntimo entre Amelie e todos os telespectadores.

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain é agradável, charmoso, bonito, irreverente e principalmente criativo.Cercado de tantas qualidades, não há como não se render a tamanha obra prima.





O filme narra, de uma forma sintética, desde a infância de Amelie até os seus dias atuais. Com esse cronograma, acabamos por criar uma empatia pela personagem central do filme, que através de sua excentricidade, conduz a história de uma forma fluente, deliciosa e criativa.

Amelie não é uma menina normal, não tem pais normais e vive no seu próprio mundo de aspirações, crenças e filosofias.Dessa forma, Amelie se limita a se esconder dos outros, dentro de si mesma, se revelando uma pessoa doce, e muito, mais muito, observadora.

No entanto, apesar de ser uma menina enrustida, a imaginação de Amelie colide o seu próprio ego com a realidade á sua volta, ou seja: Amelie não se contem em ver as situações que se formam ao seu redor, e resolve, fazer a diferença na vida das pessoas que estão perto dela.





A trama soa suave e imprevisível, criando uma verdadeira ponte entre a imaginação de Amelie com a imaginação de quem está vendo o filme. Amelie, descobre, através de uma pequena caixinha escondida, nos azulejos de sua casa, segredos do ex-proprietário da sua residência. Destinada a entregar a caixinha ao dono, Amelie consegue achar o dono desaparecido.

Depois desse momento, Amelie muda sua vida. Não pretendo dar spoiler, mas posso dizer que é a partir desse momento, que a jovem e delicada Amelie começa a se revelar para o mundo que está á sua volta.

Falando da parte técnica do filme, temos que tirar o chápeu para a criação de Jean-Pierre Jeunet, em todo a sua síntese. A fotografia do filme é absurdamente impecável, perpetuando o sabor francês que a obra possui. A atuação de Andrey Tautou transforma o filme em uma obra prima e configura á trama, tudo que é necessário e mais um pouco.





O Fabuloso Destino de Amelie Poulain é tão charmoso, que consegue criar uma linha de intimidade e atração pela obra do ínicio ao fim, estabelecendo uma relação segura entre o filme e os cinéfilos.

O filme se configura na fórmula de um conto, e talvez seja por isso, que a obra encanta e nos permite imaginar, e imaginar, assim como Amelie imagina. É muito bom descobrir que nos envolvemos tanto com o filme que chegamos a ponto de nos sentir próximos aos acontecimentos da trama.
O interessante do filme é a explosão de cores que possui, tornando o filme, em um filme vivo, vibrante e apaixonante. Aliado a isso, o filme possui falas e cenas simples e poéticas, estabelecendo uma relação com as pequenas atitudes que Amelie possui para ser feliz, como enfiar a mão num saco de feijões, somente para sentir a sensação.

A temática do filme esbarra na famosa polêmica: até onde podemos fazer as pessoas felizes e nos fazer felizes?

Nesse enfoque, o filme consegue, majestosamente, cumprir com seu papel. Apesar de abordar uma temática tão consistente e tensa como esta, o filme se posiciona leve, compacto e descontraído.





Este é definitivamente um filme que todo cinéfilo precisa ver, porque, foge de qualquer estereotipo, e nos invade de uma forma surpreendente e criativa. Uma linda peça para qualquer colecionador, Fabuloso Destino de Amelie Poulain é a prova definitiva que o cinema é sim a sétima arte, e que qualquer nação pode criar um filme lindo e agradável.Sinta a liberdade, a expressão e o encanto que esta obra francesa possui e divirta-se muito!

Abraços!


16 comentários:

  1. Bruno says:

    Esse filme é maravilhoso, Adoro!

  1. Eu me divirto com esse filme principalmente por me identificar com os personagens. Mas já gostei mais como cinema.

  1. Nossa, esse filme é muito bom. Faz tempo que eu vi, mas não esqueço.
    É excelente!!!

  1. Falar de Amelie é falar dde como o cinema é rico.
    É falar o quanto é emocionante em ver um filme tão rico em detalhes e ao mesmo tempo tão simples de se fazer.

    Curiosamente, muito da fotografia de Amelie pode ser conferido em Alien A Ressureiçao ... mas isso é um outro detalhe ...


    Amelie é Amelie ... dificil ter palavras.

    Abraços

  1. Amelie Poulain é a mistura explosiva de psiquê e semiótica: Perfeito!

  1. Fernanda Neves says:

    como sempre acertando nas palavras para descrever os filmes fazendo com que qualquer um queira assitir pela primeira ou décima vez! O visual novo está muito interessante, bonito e vivo. Parabéns !

  1. Sabe que eu gosto menos desse do que de outros do Jeunet ???

  1. Esse filme é muito lindo, te põe pra cima com toda certeza...

    Adoro mesmo...

  1. Você sabe mesmo focar os pontos mais sublimes e interessantes de um filme, ainda mais de um tão marcante quanto este foi em minha vida.

    E, claro, concordo em tudo que você disse, acho que tivemos as mesmas impressões - parecia até eu analizando à obra cinematográfica.

    Um abraço!

  1. É um excelente filme! Como tu disseste, Jean-Pierre Jeunet conseguiu criar um estilo único de filmar com a junção de diferentes gêneros. No entanto, "Eterno amor" (do mesmo diretor) me agradou mais.

  1. Como diria Sr. Burns: "Excelente".

    Um filme fabuloso como o própro título diz. Do início ao fim.

  1. Renan says:

    Acho um absurdo eu ter esse filme em casa e nunca tê-lo assistido. Todos falam tão bem que imagino que seja um filme realmente bom.

  1. Dewonny says:

    Simplesmente belíssimo e maravilhoso esse filme, gosto muito!
    Abs! Diego!

  1. Sou apaixonada por esse filme maravilhoso, e pela Amélie, que pra mim extrapolou e criou vida própria.... Parabéns, fizeste uma das melhores análises deste fantástico filme. Adorei!

    P.S. não sei se vais ler esse comment, afinal o post é antigo. Mas só agora cheguei a ele, e não resisti! Sou uma Amelie-lover !!! rsrs
    beijos

  1. Mariana says:

    Adorei esse filme, mas nunca perguntei se é sobre a vida real dela.
    Quando assisti estava tomando amil e me lembro que todas as semanas assistia pelo menos 3 filmes.