Tempestade do Século

Posted: domingo, 2 de agosto de 2009 by Marcelo Augusto in
13


Ficha: Tempestade do Século


Direção: Craig R. Baxley

Roteiro: Stephen King

Fotografia: David Connell

Imagine ser morador de uma pequena cidade localizada em uma bela ilha. Ter uma rotina agradável ao lado de amigos e familiares que, assim como você, vivem felizes neste lugar. Tal clima de tranqüilidade é quebrado repentinamente quando, junto com uma forte nevasca, chega ao local um estranho homem que conhece os mais profundos segredos de todos os moradores. Os dias passam e o sujeito repete incessantemente a frase "Dê-me o que quero e eu irei embora".

Criado por Stephen King, A Tempestade do Século (Storm of the Century, 1999) pode ser considerado um dos melhores trabalhos criados pelo mestre do sobrenatural, que escreveu uma história de terror psicológico capaz de prender a atenção de quem a assistir durante suas mais de quatro horas de duração.


O cenário da história é a pequena ilha pertencente ao Estado norte-americano do Maine, chamada Little Tall, onde os moradores estão se preparando para enfrentar a pior nevasca dos últimos anos. Nesse mesmo período, chega à cidade um estranho chamado Andre Linoge (Colm Feore, de O Exorcismo de Emily Rose, 2005). O sinistro sujeito conhece todos os segredos dos habitantes, incluindo os mais obscuros, gerando uma situação de desconforto e, posteriormente, de controle perante as pessoas. O visitante provoca medo nos moradores, que presos pela tempestade, não têm como fugir dele.

Escrita por Stephen King, A Tempestade do Século foi produzida como uma mini-série de três capítulos para a rede de televisão ABC, sendo depois lançada em vídeo e como livro homônimo. Nada de monstros sobrenaturais feios, assassinos psicopatas, mortes horrendas ou pessoas mutiladas vivas.

Aqui, temos a história centrada em um suspense muito bem construído que provoca, nos moradores do local, sentimentos de tensão, angústia e anseio, onde o medo é construído através da dúvida do que pode acontecer no desenrolar da trama.

Esse filme tem uma abordagem de suspense muito diferente dos atuais filmes de terror que vemos pelas pratileiras de lançamentos. Tempestade do Século é um filme sombrio. A história dessa obra prima não tem um clímax definido. O filme todo é um clímax só, já que apesar dos 257 minutos de duração, parece que prendemos a respiração do ínicio ao fim.

O thriller do filme se encontra principalmente nos olhares e diálogos aterrorizados que os habitantes da ilha possuem. O forasteiro carrega consigo uma maldade sem precedentes e esta disposto a negociar com os moradores. Um suspense assim, tão meticuloso, consegue te colocar entre os personagens do filme.

Essa obra de Stephen é de longe, uma das melhores adaptações de suas histórias. O filme é uma obra totalmente independente, e foge dos anuncios publicitários atuais. A maior pena é que o filme está desaparecendo. Alguns já o consideram artigo de colecionador. Por isso, da próxima vez que esbarrar com esse filme seja aonde for, não pense duas vezes antes de compra-lo.

Nota Final: 10



13 comentários:

  1. Desperta curiosidade...
    Espero poder conferir...
    Abraço!
    =]

  1. Trabalho em uma locadora, só hoje trouxe comigo 3 filmes para ver só falta um....e eu acho que tem este filme lá vou dar uma procurada....mas, mais de 4 horas? caramba será que aguento?? kkk

  1. Stephen King é o cara, os livros dele são ótimos.

  1. Inez says:

    Pela sua resenha o filme deve ser muito bom, só que mais de 4 horas de duração haja heim!

  1. Acredito que o filme seja excelente, vou procurar assistí-lo. Valeu.

  1. Inez says:

    Vou responder sua pergunta amanhã no blog, é uma pegunta de interesse geral.

  1. cara eu vou ver e depois eu falo e comento

  1. Poxa, ficou muito boa mesmo a resenha, Marcelo! Juro que lendo a sua descrição sobre o filme, deu até vontade de vê-lo. HAHAHA.
    Como sempre, escrevendo hiper bem! Se cuida, mocinho. Te adoro! ;*

    Iza Perissê

  1. bruno says:

    Stephen king, só vi algunas filmes to loco pra ver O Iluminado *.*( sei q faz anos q saiu u.u,Mas XP)

  1. Muito interessante o blog! Eu também escrevo sobre filmes eventualmente.
    parabéns pelo trabalho. SObre esse filme..realmente é muito interessante, opra quem mora aqui em SP e sempre tem alguma inundação é mais assustador ainda.

  1. poxa, estou ansiosa pro alice! sou fã do tim burton e apaixonada pelo livro do lewis carrwol, mas realmente, estou com medo. acho que a parceria johnny/burton já deu o que tinha que dar. esse 2012 é outro que quero conferir, há tempos venho ouvindo falar sobre isso, fiquei curiosa já. :)

  1. Luís says:

    Adoro Stephen King. Tenho alguns livros dele; li outros tantos e vi inúmeras obras baseadas ou sutilmente inspirados naquilo que ele escreveu.
    Gostei bastante desse filme quando o vi; o clima é bastante sinistro e a ideia de claustrofobia é extremamente presente, pois - embora estejam num espaço aberto - não há para onde ir, por causa da tempestade.
    Muito podem não saber, mas é em Little Tall que outro evento narrado nos livros dele acontece: lá vive a personagem Dolores Claiborne, do livro cujo título original é homônimo, mas em português se chama Eclipse Total. Rendeu um filme, inclusive.
    Acha que poderia assistir-lhe para comentar aqui?
    :D